Netflix apresenta primeira grande queda de assinantes desde 2011

Resultados resultaram em uma perda de US$ 17 bilhões em valor de mercado.

Netflix apresenta primeira grande queda de assinantes desde 2011

Em carta aos seus acionistas, recentemente publicada pelo Wall Street Journal, a Netflix anunciou sua primeira grande queda de assinantes desde 2011.

Segundo o relatório apresentado pela empresa, só nos Estados Unidos houve uma considerável baixa de 126 mil assinaturas. O documento também revela que no mercado internacional, o serviço de streaming registrou “apenas” 2,83 milhões de novas assinaturas, número bem abaixo das 4,8 milhões estimadas para o segundo trimestre de 2019, resultando em uma queda de 12% em ações na bolsa e na perda de US$ 17 bilhões em valor de mercado.

A Netflix ainda explica que o motivo para os baixos números são resultado do fraco período na oferta de conteúdo e reajuste das mensalidades, que tem sido duramente criticado pelos assinantes.

No entanto, o terceiro trimestre parece bastante promissor para o serviço que deve registrar 7 milhões de novos assinantes, graças aos lançamentos das novas temporadas de Stranger Things, La Casa de Papel, The Crown e demais séries originais lideram as pesquisas de programas mais aguardados do ano.

Atualmente o serviço conta com 151, 6 milhões de usuários ao redor do mundo.


Siga nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitter YouTube.

Compartilhe: