Review | Castlevania – Segunda Temporada

Review | Castlevania – Segunda Temporada

Depois de uma curta temporada para a estreia de uma das adaptações mais esperadas do serviço de streaming Netflix, a segunda temporada de Castlevania chegou com o dobro de episódios, oito em seu total, nesta última sexta-feira (28) em conjunto ao lançamento da coletânea de jogos em alta resolução Castlevania: Requiem. A ótima qualidade de animação do Frederator Studios mantém a direção de Sam Deats e co-direção de Ryoichi Uchikoshi, que dão rumo à jornada do trio Trevor Belmont, Sypha Belnades e Alucard de Valáquia

Já era de se esperar que a segunda temporada fosse trazer mais sangue e mais ação, mas o que provavelmente ninguém esperava era que houvesse tanto desenvolvimento de novos personagens. Drácula mostra que seu exército não é só composto de criaturas bestiais, mas também por uma alta sociedade de vampiros a qual é o foco de momentos chaves para o desenrolar da trama. Carmilla, personagem vinda dos jogos e muito decorrente como chefe, vem para balançar toda a estrutura social dos comandantes de Drácula, já se apresentando como uma força com interesse próprio. Além dela, mais dois personagens já conhecidos da série de jogos deram as caras como servos do lorde vampiresco: Hector e Isaac, os forjadores de criaturas. Ambos possuem um passado conturbado e bem desenvolvido: são os únicos humanos a serviço de Drácula e possuem a aptidão de reanimar mortos, tendo o papel de forjar demônios para seu exército.

Trevor, Sypha Alucard tem momentos para se desenvolverem em si e como grupo, criando laços mais fortes que irão refletir nos episódios finais. Apesar deles não ditarem o rumo da obra, diferente da primeira temporada, há muito da extensão da lore sobre o clã Belmont e do legado deixado. É possível ver em uma pintura a referência a Leon Belmont (do jogo Lament of Innocence) como um antepassado de importância, e de referências essa season está abarrotada. Indo desde habilidades de Alucard vistas em Symphony of the Night até monstros que são referências a chefes decorrentes na franquia. E, claro, um momento dedicado a Bloody Tears, só que dessa vez em uma sequência de ação (a melhor dessa temporada!).

Na dublagem original, a animação mantém um elenco de atores não tão famosos internacionalmente, mas que cumprem bem o serviço de encarnar cada personagem dando uma voz bem característica, como Richard Armitage, que interpretou um dos anões na trilogia de filmes The Hobbit. Drácula vem com aquela voz de um vampiro velho e com classe que não tem mais paciência para assuntos triviais e Sypha com uma voz jovial e curiosa, que por mais que a situação esteja ruim, será positiva à respeito. A dublagem casa bem com a proposta de uma animação mais adulta com muitas cenas consideradas pesadas para menores, então os personagens não podem possuir uma voz caricata, apesar de cada um apresentar um certo sotaque pela região da Europa que se encontram.

Apesar de possuir mais episódios, existe uma sensação frequente no espectador de que nada realmente de importante está acontecendo, e isso se dá para construir um caminho até o ápice da temporada. Esse sentimento é constante em ambos os núcleos apresentados (no Trio de Heróis e Drácula entre seus generais), de apesar de compor o cenário lentamente para algo maior que está por vir, não faz nada exatamente necessário para a conclusão dessa temporada. Tudo o que foi proposto pelos quatro episódios da temporada passada vai se fechar de forma deslumbrante e digna, mas o “tempo de sobra” não foi aproveitado para engrandecer a jornada mas para que mais “perguntas sem respostas” fossem feitas. Se você é fã da série de jogos ou simplesmente gostou da primeira temporada, é quase certo que essa nova irá lhe agradar, pois tudo está melhor e mais ousado. A animação e a trilha sonora tem seus altos e baixos dependendo do momento de importância, então quando houver uma grande sequência ambos serão incrível!

Você pode encontrar todos os episódios da primeira e segunda temporada diretamente no Netflix, dublados ou legendados em português do Brasil. Lembrando que a segunda temporada contem oito episódios de 25 minutos cada.

Siga nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitter YouTube.

Compartilhe: