Confira tudo o que rolou no Dia de Imprensa da #BGS2018!

Anne Souza e Victor Voss representam o Cultura Nérdica na BGS 2018!

Confira tudo o que rolou no Dia de Imprensa da #BGS2018!

Desde 2009, tendo sua estreia sido na cidade do Rio de Janeiro, acontece a Brasil Game Show, mas para os íntimos, a BGS! Hoje, a feira se encontra no patamar de ser a maior feira de games da América Latina, com o esforço de trazer a cada ano mais novidades e exclusividades ao evento. Desde demos de jogos que ainda não chegaram ao mercado à grandes nomes da indústria de vídeo games para palestrar sobre seu impacto no mercado, grandes nomes como Hideo Kojima, Yoshinori Ono e outros exemplos. Em sua nona edição, a Brasil Game Show trouxe diversos convidados internacionais e conta com o prestigioso patrocínio da Nintendo, que estava ausente do Brasil há alguns anos. Confira abaixo um resumo dos acontecimentos no primeiro dia, o Dia de Imprensa, da BGS 2018!

Como o próprio nome diz, o Dia de Imprensa é o dia aberto somente para expositores, convidados, pessoas VIP e a imprensa, afim de que tenham acesso antecipado a atrações que estarão disponíveis para o público geral entre os dias 11 e 14 de outubro. Após o credenciamento da imprensa, houve uma cerimônia de abertura que apresentou quase todos os convidados internacionais, onde estes puderam trocar algumas palavras com o público brasileiro. Entre eles estavam Charles Martinet (dublador do Mario, Luigi, Wario, Waluigi, Baby Mario e Baby Luigi), Katsuhiro Harada (diretor de Tekken), Yoshinori Ono (produtor de Street Fighter), Nolan Bushnell (criador do Atari), Daniel Pesina (ator responsável pelo motion capture de Mortal Kombat), Shota Nakama (produtor musical de clássicos como Final Fantasy e Kingdom Hearts), Masanobu Tanaka (chefe de design de ICO e Shadow of the Colossus), Fumito Ueda (diretor de ICO, Shadow of the Colossus e The Last Guardian), Michiteru Okabe (produtor de Devil May Cry V) e Yoshiaki Hirabayashi (produtor de Resident Evil 2). Outros convidados não estavam presentes, como Cory Barlog e Glauco Longhi.

Ao fim da cerimônia, os portões estavam abertos e todos os pavilhões estavam à disposição da imprensa e convidados.


  • NINTENDO

A Nintendo estava presente através da Cosplay Zone, com cosplays de Mario, Luigi e Donkey Kong oficiais disponíveis para fotos com o público. Além disso, um telão exibia cenas dos trailers de Pokémon Let’s Go! e haviam dois murais enormes com a arte oficial de Super Smash Bros. Ultimate, que foram um ótimo ponto para fotos. A surpresa ao final do dia foi a Nintendo liberando as demos de Super Smash Bros Ultimate e Pokémon Let’s Go! para alguns convidados seletos da imprensa presente.


  • SONY

O estande da Sony trouxe diversos títulos para teste, alguns dos quais não podiam ser filmados nem fotografados por ainda não terem sido lançados, o que foi o caso de Days Gone e Resident Evil 2.Outros títulos presentes eram Call of Duty, Kingdom Hearts 3, Marvel’s Spiderman, Sekiro Shadows Die Twice, Dreams entre outros.

Reprodução: Estande Sony.


  • RESIDENT EVIL 2 REMAKE

Testamos Resident Evil 2, que consistia em duas demos: a demo do Leon e a demo da Claire. A diferença principal entre as demos é o foco e a forma como Leon e Claire utilizam armas de fogo; Claire é uma civil sem experiência cuja mira era instável e Leon é um policial treinado em seu primeiro dia de trabalho. Além disso, a demo de Leon se foca na investigação dentro da delegacia enquanto a demo de Claire é uma batalha de chefe.

O carro de Leon estava exposto no estande das Lojas Americanas

Resident Evil 2 traz grande inspiração em Resident Evil 7, tanto em sua engine quando em seu design de menus e estética. O jogo está extremamente bonito e funcional, mas não deixa o jogador se sentir segurar em nenhum minuto (com exceção das Safe Room). Podemos checar melhor as mecânicas na demo da Claire, onde tivemos acesso a três armas diferentes (handgun, machinegun e uma shotgun), sem contar os explosivos e granadas. Como foi uma luta muito intensa, a necessidade de procurar herbs no cenário e combinar elas, afim de dar uma melhor cura, era algo crucial! Por ser tratar de um remake, algumas características do jogo original se mantém, como a ausência de uma barra de vida te fazendo se guiar unicamente pela postura de Leon e Claire, ou um contador de pulso no menu de itens dos personagens.


  • RAZER

A Razer disponibilizou alguns de seus equipamentos para testes em seu estande, através das demos de Jump Force, My Hero One’s Justice e Overwatch, entre outros jogos de PC. A linha completa da D.Va estava disponível para teste, bem como controles de PlayStation 4 e até mesmo um arcade. No estade da Razer pudemos testar My Hero One’s Justice e Jump Force, este último com o arcade disponibilizado pela empresa.


  • MY HERO’S ONE JUSTICE

Reprodução: Internet/My Hero’s One Justice.

My Hero’s One Justice tinha poucos personagens disponíveis para testar. O jogo tem gráficos vivos e bonitos, mas causa estranheza na forma como os personagens se movem e agem, como se fossem pesados demais para o jogo. Na proposta de trazer um jogo de luta colorido e exagerado para uma obra de anime/mangá, My Hero One’s Justice fez certo e marcou pontos a favor.


  • JUMP FORCE

Reprodução: Jump Force/Internet.

Jump Force conta com gráficos muito bonitos e realistas, algo que você não esperaria de um jogo baseado em várias linhas de mangás. O game vem querendo ser o Super Smash Bros da editora Jump com uma jogabilidade similar com a dos jogos da franquia Naruto Storm, mas diferente de sua inspiração o jogo tem uma “veia” muito competitiva que lhe dá a opção de alternar entre três personagens, sendo estes vilões e mocinhos das séries: One Piece, Dragon Ball, Hunter x Hunter, Bleach e Yu-Gi-Oh!


  • Black Desert Online

Black Desert Online marcou presença novamente com um estande enorme e chamativo. O MMORPG estava presente na edição de 2017 da feira, e parece ter se tornado figurinha carimbada do evento.


  • JUST DANCE

E ao falar de figurinhas carimbadas do evento, é impossível não mencionar Just Dance! O jogo de dança da Ubisoft estava presente em dois estandes, Ubisoft e Xbox, o que tornou o evento um pouco mais insuportável por conta do barulho e a cacofonia de músicas sobre músicas. Porém, como de costume, ambos os estandes estavam cheios de espectadores esperando sua vez de dançar, e o número de pessoas ao redor nunca diminuía. Just Dance continua popular, e sua edição 2019 parece manter as expectativas lá no alto.


  • WARNER BROS.

O estande da Warner Bros. tinha jogos como FIFA 19, mas o que chamou a atenção foi o destaque dado para LEGO DC Super Villains! Com uma área dedicada e inclusive com cadeiras para que os jogadores pudessem jogar com mais conforto (algo que fez muita falta em outros estandes de teste no evento), a demo de LEGO DC Super Villains tinha cerca de 15 minutos que permitiam ao jogador criar o seu próprio vilão da DC no formato LEGO! Com tutoriais básicos que são conhecimento comum de quem já está acostumado com os jogos LEGO, a demo era intuitiva e simples, baseada no início do jogo.


  • DEVIL MAY CRY

“DMC ESTÁ DE VOLTA” e esta demo era tudo o que precisávamos para confirmar isso. Muito mais que “mais um DMC“, o que temos é uma evolução do gênero hack n slash, com braços mecânicos e demônios mais rabugentos. Nero voltou com um visual mais sério e mais tiradas sarcásticas, com deboche aqui e ali. É algo incontestável que o Nero do quarto jogo sofreu algo para mudar tão radicalmente para os acontecimentos do quinto game da série. Além de uma nova narrativa, Devil May Cry V traz o que é familiar com uma jogabilidade responsiva ao título, possibilitando a você mudar muito o seu gameplay dependendo do braço que carrega, sendo no total 8 tipos de braços diferentes (dependendo de qual seja, o eixo de equilíbrio pode apresentar mudanças enquanto Nero corre). Um gameplay menos arcade e mais rígido fez bem ao título, dando um ritmo bem diferente a cada combate.


  • KINGDOM HEARTS

Estava disponível também a Kingdom Hearts 3 Premiere Showcase, que trouxe duas demos diferentes para a BGS: a Toy Box e a Olympus. A primeira se passa no universo de Toy Story, enquanto a segunda se encontra no universo de Hércules. Os pontos altos das demos de KH3 foram a jogabilidade e a qualidade absurda dos gráficos, que chegam a se confundir com a qualidade da animação, no caso de Toy Story. Em Olympus, vemos um formato de boss battle cheia de obstáculos para escalar montanhas e enfrentar um titã que atira pedras em Sora, Donald e Pateta. De forma geral, o seu gameplay pouco mudou; o que aconteceu é que há mais detalhes em seus combos, e os movimentos e magias tem uma atenção a mais. O que nos soa é que este é um jogo com muito conteúdo e diversidade em seu combate, com várias transformações da keyblade de Sora durante os combates e summons que irão lhe auxiliar, mas que ainda é muito calcado no que os títulos antigos criaram.


  • ASSASSIN’S CREED ODYSSEY

Assassin’s Creed Odyssey já foi lançado mas estava completo disponível no evento, o que permitiu aos jogadores que ainda não adquiriram o jogo testá-lo um pouco. O mais intrigante é ver como em apenas uma demo ou no game completo, a série Assassin’s Creed é fácil de se notar sua evolução no básico de seu gameplay. Combate, escaladas e assassinatos são os pilares de seu gameplay, e a cada título essa visão é melhorada e refinada dependendo da proposta da nova era na qual a história irá se passar. Em Odyssey, a Ubisoft tentou se aproximar ao máximo de um narrativa de RPG, dando mais controle ao jogador do destino da história.


Acompanhando a hashtag #CNNABGS2018 você poderá conferir com todos os detalhes a cobertura completa do evento nas nossas redes sociais com toda a dedicação possível; não perca a maior cobertura de Alagoas na BGS 2018!

Siga nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitter YouTube.

Compartilhe: