Tudo sobre o II Encontro de RPG e o lançamento do livro Sete Virtudes em Maceió

Evento aconteceu no Parque Shopping Maceió

Tudo sobre o II Encontro de RPG e o lançamento do livro Sete Virtudes em Maceió

Aconteceu durante o II Encontro de Role-Playing Game (RPG) o lançamento do livro Sete Virtudes do mestre de RPG e escritor Jefferson Diniz, que reuniu na praça de alimentação do Parque Shopping Maceió diversos jogadores de várias partes do Estado que se dividiram entre mesas com jogadores iniciantes e jogadores de níveis avançados.

Jogadores se divertiram jogando com amigos e parentes.

O encontro ficou marcado pelos debates que aconteceram no palco central onde foram discutidos quais foram as melhores campanhas já jogadas, quais são os melhores sistemas para quem está iniciando e pelos inúmeros sorteios que premiaram os fãs presentes com dados de RPG, mapas, camisetas do livro e várias unidades do livro Sete Virtudes.

O mestre Igor Kurosaki esteve presente no palco ao lado do escritor Jefferson Diniz.

Tivemos a oportunidade de conversar com o mestre e escritor Jefferson e falamos um pouco sobre como surgiram as ideias para o livro e quais foram as suas motivações. Confira:

Cultura Nérdica: Jefferson, como foi a sua primeira experiência com o RPG? Como ele surgiu em sua vida?

Jefferson: Eu comecei a jogar em RPG lá atrás, em 2002, quando fui apresentado ao sistema 3D&T por um amigo do colégio que era narrador e logo de início fiquei encantado com o RPG. Comprei alguns livros em bancas de revistas na época da Dragon Brasil e comecei a narrar RPG. Sempre gostei de ler e dessa ideia, Caverna do Dragão (Dungeons and Dragons) era o meu desenho favorito, era fã de carteirinha, e a partir disso passei a “mestrar” para uma turma onde acabei juntando sete jogadores que jogam comigo até hoje, de forma fiel, e partir disso lançamos o livro Sete Virtudes.

Cultura Nérdica: E qual foi o ponto inicial que te motivou a lançar o livro Sete Virtudes?

Jefferson: Depois que foi ficando cada vez mais difícil reunir o grupo, que foi crescendo e criando responsabilidades como trabalho e faculdade, as nossas sessões foram ficando cada vez mais distantes e chegou um momento em que eu precisei terminar o arco do Sete Virtudes para não deixar o jogo parado. Quando fechamos o jogo e sabíamos que não íamos nos encontrar tão cedo novamente, eu decidi que essa história não podia ficar só para gente e sim para outros jogadores, narradores e outros membros da cultura RPG para que se motivem a criarem suas próprias histórias e seus próprios livros.

Cultura Nérdica: O que o jogador de RPG vai encontrar no primeiro volume do livro?

Jefferson: Bem, Sete Virtudes já começa com um prólogo épico, onde nós mostramos a história de Zell Lianon, uma semi divindade, filho de Ozain a divindade da natureza, e sua mãe que acaba morrendo numa batalha entre desuses, a partir disso ele reúne os fragmentos sagrados e forma a espada matadora de deuses, através de um forjador das estrelas, porém para usar a espada ele precisar abrir mão de tudo o que viveu até aquele momento. Na lâmina ele vê o seu passado e ai ele tem que decidir se deve ou não usar a espada. O primeiro livro conta todo o passado de Zell Lianon visto na lâmina, onde ele vai decidir se vale a pena o sacrifício.

Cultura Nérdica: Onde os jogadores podem encontrar o livro Sete Virtudes?

Jefferson: Atualmente os livros estão sendo comercializados pelas redes sociais, pelo Facebook e pelo Instagram, e lá através de mensagens nós conversamos e fechamos a entrega. Como o orçamento foi independente, o livro Sete Virtudes ainda não está nas bancas mas a nossa intenção é fechar com uma editora e levar Sete Virtudes para o mundo.

Se você ficou interessado e quer conhecer mais sobre a história de Zell Lianon em Sete Virtudes, visite as redes sociais do livro: Facebook e Instagram.

Confira a galeria de fotos do evento:

Siga nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitter YouTube.

Compartilhe: