Crítica | Missão Impossível: Efeito Fallout

Filme estreou ontem em todo território nacional.

Crítica | Missão Impossível: Efeito Fallout

A cada missão uma experiência melhor

Estreou ontem mais um episódio dessa franquia de sucesso, que iniciou em 1996, ou seja, ao longo de 22 anos, essa saga já se consagrou no cinema, uma prova disso é Missão Impossível: Efeito Fallout, que acerta muito naquilo que o público quer ver, muito mais ação, muito mais luta e muito mais coisas impossíveis de se fazer, e nesse quesito a produção se supera.

Dirigido pelo experiente Christopher McQuarrie, que também foi o roteirista, e que já trabalhou com Tom Cruise outras vezes, incluindo o quinto filme de Missão Impossível, nos traz novamente o Vilão daquele filme, interpretado pelo ótimo Sean Harris, ele volta e dá um trabalho muito grande para a IMF e claro para Ethan Hunt e seus parceiros, agora com a ajuda da CIA e os agentes interpretados por Henry “Superman” Cavill e a talentosa Angela Basset, que ficou faltando um pouco mais dela no filme, mas acredito que podem usar mais a personagem em um próximo longa.

Resultado de imagem para missão: impossível - efeito fallout

Vale ressaltar que a química entre os personagens está incrível, com certeza pela experiência de trabalharem juntos em outros filmes da franquia, Tom Cruise, Simon Pegg, Ving Rhames e Rebecca Ferguson estão sensacionais, todos tem o seu momento, o filme não se foca no protagonista em si, mas todos os personagens tem sua importância e com certeza o filme não seria o mesmo sem eles. Não tivemos o experiente Jeremy Renner nesse filme, mas sua falta não foi sentida, devido a inclusão do personagem de Cavill ao filme, uma bela atuação do ator, mostrando que ele não sobrevive somente de filme de super-herói, um elogio a mais para a cena do banheiro em que Cavill e Cruise partem pra briga juntos e vemos como foi bem trabalhada essa cena. Outro ponto muito bom no filme é a presença, mais ativa, de Michelle Monaghan, que desde o terceiro filme não tinha uma aparição expressiva, mas aqui é diferente, apesar de pouco, a personagem é essencial pra tudo que está acontecendo. E não poderia deixar de falar da presença do grande ator Alec Baldwin que teve seu momento no longa.

Resultado de imagem para missão: impossível - efeito fallout

Resultado de imagem para missão: impossível - efeito fallout

Resultado de imagem para missão: impossível - efeito fallout

Enfim, o filme é muito divertido, apesar de ter 2 horas e 28 minutos de duração, o tempo passa bem rápido devido ao filme ser bem construído nesse tempo, ele consegue nos prender dentro do cinema, as reviravoltas do filme estão muito boas e algumas previsíveis, mas nada que tire a grandiosidade do filme. A ação está cada vez mais presente, e claro Tom Cruise está correndo ainda mais nesse filme, mas não se enganem, que ele tenha fôlego pra muito mais filmes dessa franquia que, espero, tenha uma longa vida no cinema e que continue crescendo ainda mais, ao mesmo tempo que imagino, qual a próxima missão impossível que McQuarrie irá inventar?

NOTA: 4,5/5

Acompanhe nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitter YouTube.