Review | Wytches

Scott Snyder trabalha os medos da paternidade em história sobre Bruxas

Review | Wytches

Scott Snyder é sem dúvidas um dos escritores mais questionados da atualidade, surgindo no cenário mainstream através da DC Comics onde está até hoje, escrevendo diversas histórias do Batman, megas sagas como Dark Nights: Metal e agora vai assumir em julho o título da Liga da Justiça. É fato que onde o Snyder coloca suas mãos, vende bastante.

A editora Darkside, com sua nova linha de quadrinhos a Darkside Graphic Novels, lançou o grande último trabalho autoral de Snyder pela Image Comics. Trata-se do quadrinho de terror Wytches, compilado em um encadernado que traz as 6 edições originais da primeira parte da história, até então.

A trama nos apresenta um escritor de literatura infantil chamado Charlie, que se muda com sua família para a cidade de Litchfield, no interior de IIlinois nos EUA, tentando se afastar das acusações de assassinato sobre sua filha Sailor. Junto com sua esposa Lucy, o autor tenta recuperar o tempo ausente na criação da filha, ao mesmo tempo que tenta ajudá-la a seguir em frente. Em meio a isso, Charlie e Sailor descobrem um terrível segredo escondido nas florestas de Litchfield, envolvendo criaturas que passam a perseguir a garota. Agora Charlie deve fazer de tudo para proteger a sua família.

A princípio Wytches parece uma história de terror como tantas outras, mas o autor coloca nosso argumento abaixo já nas primeiras páginas da história. A história tem uma carga de desconforto e horror que poucos quadrinhos conseguem transmitir. Snyder retrabalha o conceito do mito das Bruxas, algo muito interessante e que mostra um estudo do mesmo com o tema. Mas é o horror humano que mais impera nas páginas do título, é uma história muito pessoal de Snyder, aqui ele exorciza todos os demônios da paternidade, o dilema que todos os pais enfrentam em saber o limite da autoridade e até que ponto isso é válido para proteger suas crias dos terrores do mundo.

Arte de Jock em Wytches

Outro grande acerto da série é a arte de Jock, artista que já havia trabalhado com Scott Snyder em Batman: Black Mirror, e que funciona muito bem em conjunto com o texto. Seu traço rico em sombras e ‘sujo’ por tinta jogada, aumenta a sensação de confusão e temor pelo que está lá fora a cada página.

Diferente das muitas obras de Snyder pelo mundo mainstream dos heróis, aqui ele entrega um final de peso e corajoso, com um cliffhanger poderoso e que aumenta a ansiedade pela continuação já anunciada da série Wytches.

Nota: 4/5

A edição da Darkside pode ser adquirida através do link abaixo, pela Amazon.

Compre Wytches com desconto!

Acompanhe nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitter YouTube.