O que faz de My Hero Academia tão especial?

O que faz de My Hero Academia tão especial?

My Hero Academia (Boku no Hero Academia no original) é um shonen relativamente novo, principalmente se comparado com One Piece, por exemplo, e Boruto, que apesar de ser novo traz toda a carga e influência de Naruto. Lançado pela Shonen Jump e animado pelo estúdio Bones, sua premissa é relativamente simples: a humanidade evoluiu a ponto de desenvolver quirks (individualidades), poderes que se manifestam geneticamente e que podem ser herdados. Assim, surgiram pessoas que se aproveitaram de tais habilidades para o mal, o que deu origem a pessoas que decidiram usar seus poderes com o intuito de defender os mais fracos e desfavorecidos, os heróis. Para isso, a Academia de Heróis neste mundo é almejada por todos, inclusive pelo jovem Midoriya Izuku, um garoto que nasceu sem individualidade, mas se envolve em uma jornada para realizar o seu sonho de se tornar herói.

A obra de Kohei Horikoshi acabou de estrear sua terceira temporada, disponível no ocidente pelo serviço de streaming Crunchyroll, e as expectativas dos fãs com a série estão nas alturas. My Hero Academia acaba de alcançar aquele ápice de shonen onde temos vilões inescrupulosos, heróis em formação mas que já são capazes de enfrentar as ameaças que os assolam, um protagonista que cresce e enfrenta o próprio destino e um mestre carismático que exala confiança. Isso sem mencionar a grande mente vilã arquitetando seu plano maligno; a ameaça mais mortal já começou a dar as caras no universo de BNHA (abreviação de Boku no Hero Academia usada pelos fãs). A fórmula do sucesso já está montada, a obra receberá um novo jogo de luta este ano pela Bandai Namco e Midoriya Izuku, A.K.A. Deku, já está entre os grandes protagonistas da Shonen Jump. My Hero Academia é um fenômeno, inspirador, emocionante e divertido, sem sombra de dúvidas. Então, além de todo o sucesso mencionado acima, o que faz de BNHA tão especial?

Midoriya Izuku é um protagonista espetacular. A carga emocional que ele traz desde a infância faz desabar até mesmo o coração mais duro do espectador. Recebendo um poder especial além de sua imaginação, Deku é um exemplo de persistência e auto-provação, provenientes de sua teimosia vista desde a infância com seu sonho de se tornar herói independente das adversidades. É inspirador ver a dedicação que o personagem investe em si próprio, além de sua bondade e humanidade excepcionais para com os outros (até mesmo com o detestável Bakugo). Protagonistas como Deku tornam a obra mais cativante e, apesar de ser uma obra de fantasia, é fácil de se relacionar com os problemas e as lutas pessoais não só do protagonista como dos personagens secundários também.

Os parceiros de Deku não ficam nas sombras enquanto nosso protagonista brilha; a maioria deles possui backgrounds distintos e traços pessoais que os dão individualidade (além do poder) e os tornam mais do que simplesmente “os amigos do protagonista”. A turma B também ganha destaque, o que nos dá uma gama de personagens interessantes e distintos para prestar atenção e criar carinho.

Depois de tudo isso, é impossível não mencionar All Might, o ídolo e mestre de Deku que é o símbolo da paz e justiça com um sorriso no rosto. A imagem que All Might representa sempre me lembrou o Superman; ambos carregam o peso do mundo nas costas e são uma inspiração para sua geração (sem contar que ambos são o herói mais poderoso de suas respectivas histórias). All Might possui uma profundidade absurda, uma fraqueza tocante e um heroísmo que o faz superar suas adversidades pelo bem dos inocentes. Sabendo que ele necessita de um discípulo para passar seu manto de justiça adiante, All Might investe no jovem Midoriya como seu sucessor, sabendo que ele tem um destino difícil e sofrido pela frente. All Might é uma inspiração para diversos jovens que desejam se tornar heróis pela lenda viva que é e pelo legado que representa. É compreensível a obsessão de Deku pelo grande All Might, que faz juz ao seu nome.

A animação de BNHA é extremamente caprichosa e as cenas de ação não desapontam em qualidade. Estas são um pouco mais escuras do que o normal, mas nada que influencie a qualidade visual. As lutas tem grande impacto, principalmente nos efeitos das individualidades e, em conjunto com a trilha sonora, é fácil ficar empolgado com cada SMASH! que Deku executa, por exemplo.

My Hero Academia é um shonen espirituoso que vai fazer você lacrimejar, gritar, odiar e adorar os personagens com muita vontade. Lições podem ser tiradas dessa obra de fantasia para a vida, sobre persistência, força de vontade, auto-consciência, justiça e sobre a coragem para nunca, nunca desistir dos seus sonhos. Às vezes, o empurrãozinho que você precisava para fazer algo, a inspiração que lhe faltava para superar um problema na sua vida, pode vir de um anime como My Hero Academia e de um protagonista como Deku.

Acompanhe nossas redes sociais: FacebookInstagramTwitter YouTube!